Arquitetura e Decoração

Madeira Clara: Dicas de Decoração e Como Usar

Madeira Clara: Dicas de Decoração e Como Usar | A madeira é um material que tem sido bastante utilizado ao longo da história como uma matéria-prima para a produção de diversos artigos utilitários ou decorativos. Por exemplo, ela foi usada na construção civil com vigas de sustentação e com o advento de novas tecnologias que aperfeiçoaram a trabalhabilidade aumentou-se a sua versatilidade. Expandiu-se o seu uso para a confecção de portas de madeira, pisos, móveis e, recentemente, a madeira ganhou muita força em produtos mais refinados como lambri, deck e painéis. 

Além da variedade de uso, a madeira possui um vasto leque de opções relativos à tonalidade, desde tons mais claros e pastéis até cores mais fortes e que representam o rústico. Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre as madeiras de tonalidade mais clara e como elas se aplicam na decoração da arquitetura residencial contemporânea.

 

Madeira Clara: A arquitetura contemporânea

 

Assim como no mundo da moda, nos esportes coletivos e em outros segmentos, na arquitetura, de tempos em tempos, criam-se novas tendências que passam a ser amplamente utilizadas e atuam como modelo de referência para os envolvidos de uma forma geral. A modernidade na arquitetura, por exemplo, é marcada pela utilização de linhas retas e formas geométricas, além do apreço pela cor branca. Por outro, na arquitetura contemporânea, os diferentes espaços da casa estão interligados com a ausência de paredes, prezando por divisórias que permitem um contato visual entre os cômodos, ainda com a valorização dos tons mais claros e pastéis na decoração.

Claro que, uma vez que funcionam como tendências, não é obrigatório adotar esse tipo de decoração. Quando o assunto é madeira, por exemplo, pensa-se em artigos mais escuros com um marrom bem marcado e forte. Isso compõe uma segunda tendência decorativa mais voltada para o rústico.

Assim, é fato que as madeiras de tonalidades mais claras, atualmente, são bastante valorizadas. Com elas, os ambientes transmitem uma sensação de conforto, limpeza, modernidade e sofisticação. 

 

Tipos de Madeira Clara

 

São diversas as espécies de madeira que são utilizadas como matéria-prima para confecção de produtos que compõem a decoração de uma casa. Você pode estar familiarizado com aquelas mais escuras, como é o caso da sucupira e da cumaru. Conheça os tipos de madeira mais claras no mercado:

 

  • Madeira Tauari: A Tauari é uma das madeira mais claras e mais famosas atualmente, bastante utilizada na confecção de diversos produtos, desde portas e janelas, até forros e painéis. Possui uma trabalhabilidade muito boa, macia ao corte e apresenta boa resistência de forma geral.

 

  • Madeira Cedro: A Cedro também é uma madeira popular nesse segmento sobretudo na confecção de forros, mas também está presente em portas e janelas. Também é uma madeira resistente.
  • Madeira Pinus: A madeira de Pinus é talvez a mais famosa entre essas três, sendo muito utilizada na confecção de painéis ripados, assoalho e outros artigos de madeira. Também é uma madeira de bastante qualidade.

 

 

 

Madeira Clara: como usar

 

As diferentes tonalidades de madeira se aplicam melhor a estilos específicos de decoração. Por exemplo, utilizar madeiras mais escuras pode ser mais viável se o restante da decoração acompanhar as tendências mais rústicas. Em comparação, as madeiras claras funcionam melhor em decorações mais clean, sempre prezando pelas tonalidades mais leves, como o amarelo claro, gelo e o branco. 

Por isso, tenha sempre em mente que as decorações funcionam como um conjunto e não apenas em peças separadas. Misturá-las, por vezes, pode não ser efetivo para transmitir a sensação que se deseja para o ambiente.

As madeiras mais claras estão sempre associados a ambientes mais aconchegantes da casa, como a sala de estar, por exemplo. Em quartos e escritórios também podem funcionar muito bem. Fato é que, se você tem contato com um profissional de arquitetura, é sempre recomendado consultar quais as melhores condições para o seu projeto visto que o olhar de um especialista é, muitas vezes, mais preciso.